Elias Vaz vota contra aumento abusivo dos salários de prefeito e vereador

O vereador Elias Vaz mostrou mais uma vez a coerência do seu mandato no combate à corrupção  e defesa do bem público  ao votar contra o aumento de 35,5% nos salários  de vereadores, do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários. E mais: se for eleito para o próximo mandato, Elias vaz já disse que não aceitará essa diferença. O vereador registrou compromisso público em cartório, declarando que vai abrir mão desse aumento e, se isso não for possível legalmente, ele doará a diferença a uma instituição filantrópica.

Projeto – Elias Vaz propõe que o critério de reajuste seja outro. “Defendo que o reajuste dos salários dos vereadores e prefeito seja igual ao índice aplicado aos servidores municipais, que, neste ano, receberam apenas 5% de aumento” salientou Elias Vaz.  O vereador apresentou projeto prevendo essa alteração em 2011, mas foi rejeitado. E agora pretende apresentar novamente.

Se for sancionado pelo prefeito Paulo Garcia, o aumento começa a valer no dia 1° de janeiro de 2013, na próxima legislatura. O salário do prefeito passará de R$ 18,46 mil para R$ 26 mil e o do vice-prefeito de R$ 13,47 mil para R$ 19,5 mil. Os vereadores e secretários municipais passarão a receber R$ 15 mil. O aumento tem previsão legal,  pode ser de até 75% do salário do deputado Estadual. “Pode até ser legal, mas é imoral, a população não aceita mais esse tipo de atitude dos políticos. É preciso mudar essa cultura” enfatiza Elias.